Ex-atleta da Seleção Nacional de Basquete de Cuba vem a Londrina para cirurgia na Uniorte

Summary

Aos 67 anos, a ex-atleta de basquete cubana Onoria Cristina Durruthy Wilson precisou passar por uma cirurgia de revisão de prótese de joelho por conta da soltura e desgaste do implante.

Aos 67 anos, a ex-atleta de basquete cubana Onoria Cristina Durruthy Wilson precisou passar por uma cirurgia de revisão de prótese de joelho por conta da soltura e desgaste do implante. Ela estava convivendo com fortes dores e limitação de movimento, tendo dificuldades até para caminhar. Seu filho, também atleta profissional, só que no vôlei, começou a pesquisar na internet lugares onde a cirurgia era realizada e encontrou Dr. Alexandre Queiroz, da Uniorte, via rede social. “Há um ano comecei a perceber que minha mãe ia precisar desta cirurgia e comecei a pesquisar na internet e encontrei a clínica pelo Instagram. Passei a acompanhar o trabalho, vi o profissionalismo e me senti seguro para trazer minha mãe para operar aqui”, conta Oreol Camejo. Ela veio de Havana, onde mora, para Araçatuba, onde Oreol estava, e chegou a Londrina dia 26 de junho para a cirurgia.

Oreol conta que a mãe, por ser atleta de elite, teve desgaste no joelho e precisou realizar uma cirurgia de prótese de joelho há 13 anos. Com o passar do tempo houve a soltura da prótese causando grande prejuízo à qualidade de vida dela e levando à necessidade de passar por um novo procedimento. “Ela sempre foi ativa, gosta de correr e não estava mais conseguindo pelo agravamento do quadro”, resume.

Dr. Alexandre explica que casos em que há deslocamento ou soltura da prótese é preciso sempre avaliar. “No caso da sra. Onoria, realizamos a cirurgia de revisão para a substituição da prótese. Desta forma, conseguimos reabilitar e devolver a qualidade de vida para a paciente”, diz. Ele acrescenta que agora ela passará por um período de reabilitação com fisioterapia.

Londrina é referência na área da saúde e atrai pacientes dos mais diversos lugares em busca desta qualidade. “Me sinto muito feliz em poder ajudar pacientes que vêm de lugares tão distantes em busca de auxílio. A medicina não tem fronteiras, poder reabilitar uma ex-atleta é muito gratificante”, declara Dr. Alexandre.