Exercícios sem exagero

Esporte é sinônimo de saúde, certo? Bom, nem sempre. Quando o assunto é atleta profissional, essa máxima de que exercício faz bem ao corpo pode não ser realidade. “No esporte, diferente das atividades físicas, busca-se sempre ultrapassar os limites do corpo, e isso tem um alto custo para a saúde. Vemos diariamente nos noticiários histórias de graves lesões articulares e finais de carreira precoces em grandes atletas como Gustavo Kuerten (lesão degenerativa quadril) e Ronaldo (diversas lesões no joelho), para citar alguns exemplos”, diz João Paulo Guerreiro, ortopedista especialista em joelho, de Londrina.

Segundo ele, as lesões em atletas ocorre pelo impacto repetitivo que atinge articulações. “Há uma sobrecarga das articulações que leva à degeneração em muitos casos. Quando isso ocorre, muitas vezes é preciso recorrer ao tratamento cirúrgico e nem sempre o atleta consegue retornar com todo o seu potencial”, descreve o especialista.

O grande inimigo das articulações é a sobrecarga de exercícios. Por isso, esse problema também pode atingir amadores. Quem vai ao limite nas séries da musculação, por exemplo, pode ter problemas. “A orientação é que a pessoa respeite sempre o limite e procure profissionais habilitados para fazer a programação correta dos exercícios. O esforço excessivo pode acabar prejudicando a saúde em vez de ajudar”, orienta Guerreiro.

Outro erro comum praticado por pessoas que não são atletas é descuidar do fortalecimento muscular. Praticar exercícios como corrida, saltos na cama elástica e step sem preparar o corpo para isso pode levar a lesões. “É preciso equilíbrio entre força, alongamento e a parte aeróbica. São os músculos que protegem as nossas articulações, por isso devemos cuidar deles praticando atividades de fortalecimento, como musculação e pilates”, pontua.

O ortopedista completa que a atividade física precisa fazer parte da rotina de todos, mesmo em pessoas que já têm alguma lesão. A diferença é que nesse último caso será preciso uma dose redobrada de atenção aos exercícios recomendados. “É importante praticar uma atividade física de forma regular, de baixo impacto para as articulações e que mantenha um bom equilíbrio muscular (fortalecimento e alongamento), sem exageros e que você goste”, ressalta. Na dose certa, os exercícios são um excelente remédio para prevenir doenças e elevar o astral.