Notícias

07/04/2021Fratura de cotovelo em crianças

Fraturas em crianças não deveriam, mas são acidentes comuns. Quando no cotovelo, em especial a supracondiliana do úmero, precisa de atendimento e tratamento de forma urgente.


Os sinais de que a fratura ocorreu são edema (incha muito), roxos e dor no local. Se não tratada precocemente, ela pode levar a alterações no braço, deixando-o torto e até ter limitações de movimento. Outra complicação é a síndrome compartimental, que pode prejudicar a circulação no local e gerar lesões nos nervos. Por isso a importância de buscar o serviço de emergência o mais rápido possível.


Após o diagnóstico, o ortopedista vai definir se o tratamento será com imobilização com gesso ou cirurgia, a depender da gravidade. Em geral, a conduta mais usual tem sido a cirurgia percutânea (minimamente invasiva).


Estas fraturas podem ocorrer por queda, por brincadeiras perigosas como rodar as crianças tanto girando como fazendo piruetas e até quando estão aprendendo a andar e são seguras apenas por um dos braços, acarretando em rotação do cotovelo em caso de queda.

Dra. Adriana Pazin, ortopedista pediátrica

Convênios