Notícias

02/10/2019Reconstrução de cápsula superior (ombro)

Lesões graves dos tendões do manguito rotador, em especial no tendão do supraespinal, têm mais uma opção terapêutica. A reconstrução da cápsula superior é uma nova técnica cirurgia que pode substituir o uso de próteses reversas em alguns casos indicados. “É uma opção que preserva a estrutura dos ombros, é menos invasiva e com resultados bem satisfatórios”, antecipa Dr. Diogo Bader, ortopedista especialista em Ombro na Uniorte.

Ele detalha que a cirurgia é feita por videoartroscopia. “O procedimento visa reconstruir a cápsula superior do ombro. A estrutura comprometida é fixada por meio de pequenos parafusos, substituindo o tendão do supraespinhal que sofreu a ruptura. O enxerto vem do próprio paciente, evitando rejeições”, acrescenta.

Após a cirurgia, o paciente tem restaurada a estabilidade do ombro e também melhora dos movimentos, tanto de giro como elevação dos braços. “A melhora funcional é significativa”, ressalta Dr. Diogo.

O pós-operatório precisa ser seguido para sucesso do procedimento. “Nas primeiras semanas o paciente faz uso de tipóia. A reabilitação envolve ainda fisioterapia, que começa com exercícios passivos e depois evolui para exercícios ativos. A recuperação total acontece, em geral, com 12 a 16 semanas”, afirma.

A técnica é mais um dos avanços da ortopedia e tem se mostrado bem promissora. “As novidades cirúrgicas trazem opções menos invasivas e com resultados. É gratificante poder oferecer novas terapêuticas para os pacientes”, conclui Dr. Diogo.

Convênios